Os planos que fizeste vão falhar.

3 Set
Há um momento maroto em que uma ideia nos entra na cabeça para lá ficar durante muito tempo. Uma ideia sobre como a nossa vida deve correr:
Começo a namorar quando encontrar a pessoa ideal: bonita, inteligente, divertida, carinhosa.
Quero-me casar, ter 3 filhos e uma casa grande.
Tenho que ser reconhecido profissionalmente, gostar do que faço, ganhar muito e fazer coisas grandes.
Facilmente juntamos estas 3 ideias, e outras tantas de fácil execução. Mas acontece que apesar de todos os esforços, muitas vezes os nossos planos falham redondamente. 
A vida não corre como esperado. Acontecem mil imprevistos, mil dificuldades, mil alterações. E sentimos dor, porque a vida não corre como gostaríamos.
Estamos muito convencidos que sabemos o que é melhor para nós. Que certas coisas têm que acontecer para sermos felizes.
Mas tantas vezes  a nossa vida quer-nos levar para outro lado.
inesperado.org
Mas será que por isso devemos deixar de fazer planos? Que devemos fazer o que nos dá na gana a cada manhã?
hmmm hoje… sofá, comida e séries. amanhã… sofá, comida e séries. 
NOT. Podemos antes tomar consciência de 3 coisas:
1. Há planos que dependem mais de nós, e outros menos.
Talvez o nosso percurso profissional ou quem nos gostaríamos de tornar, sejam áreas que dependem mais de nós e do nosso esforço.
Talvez o mundo amoroso, namorados, casamentos e filhos fofinhos não dependam tanto.
Mais vale investir e dedicar tempo às coisas que controlamos do que aquelas que não controlamos. Que venham os planos que dependem de nós.
2. Qualquer que seja o plano, que seja com desportivismo.
Mais importante que as estratégias brilhantes que congeminamos para que a nossa vida seja fantástica, é ter consciência que não são assim tão brilhantes, e que de um dia para o outro podem cair por terra. Mais vale encarar os nossos planos com desportivismo, com liberdade interior para os largarmos quando chegar a altura.
Que venha então o fair play quando a coisa dá para o torto.
3. É sempre tempo de renovar planos.
Muitas vezes os planos que temos na cabeça impedem-nos de saborear o que temos pela frente. Acontece que podemos sempre adaptar o plano às circunstâncias reais da nossa vida, ou trocá-lo por um novo. Nunca é tarde para renovar planos.
Teremos sempre toda a liberdade para fazer planos, mas vamos mais longe se soubermos que é normal falharem. 
Quando isso acontecer, que tenhamos a liberdade para criar novos planos, mais próximos da realidade, mais próximos da felicidade.

6 Respostas to “Os planos que fizeste vão falhar.”

  1. inestavares 4 de Setembro de 2013 às 0:53 #

    Sempre muito oportuno João.
    Obrigada. Beijinho

  2. João Delicado 3 de Setembro de 2013 às 14:25 #

    Cumprir sonhos ou cumprir realidade? Eh [como dizem os italianos :)]. É uma tensão sem solução óbvia. Também escrevi umas coisas sobre isso, aqui: http://joaodelicadosj.blogspot.com/2009/11/cumprir-sonhos-ou-cumprir-realidade.html
    É bom ter-te de regresso, Johnny!
    ABRAÇO!

  3. Zé Figueiredo 3 de Setembro de 2013 às 13:44 #

    Tão verdade, que arrepia!

  4. isa 3 de Setembro de 2013 às 12:08 #

    Tudo verdade, e muito bem dito, como sempre. Toca a saír do sofá!
    Beijinhos daqui desta banda………

Trackbacks/Pingbacks

  1. Leituras Dispersas [ Os planos que fizeste vão falhar.] – sweetexistenceblog - 20 de Fevereiro de 2016

    […] Quando isso acontecer, que tenhamos a liberdade para criar novos planos, mais próximos da realidade, mais próximos da felicidade. Os planos que fizeste vão falhar. […]

Comenta aqui

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: